sábado, 16 de janeiro de 2010

O que resta disto tudo


Bom passado quase 2 meses, eu posso dizer uma coisa. Eu vivo tão intensamente o João Alberto que parece que ele tem 1 ano, e não pouco menos de 2 meses. Uma coisa me preocupa, quando eu começar minha maratona de viagens e trabalho como vai ficar... vamos ter que nos adaptar, nós três, eu ele e a mãe.
O que resta desta relação é o sorriso da foto acima, ou da foto abaixo


ou ainda estas:




ou porque não esta?
Esta traduz tudo:


Valeu, até mais

Entre puns, xixis e cocôs.

Bom, o João, assim como a maioria dos bebes pelo que lemos, tem gases e com tem. principalmente depois das 4 da madruga....ele faz uma força danada e dai, quando vou trocar ele..eu ajudo nos exercícios das pernas...tem dia que ele faz uns puns dramáticos, outros até sai mais do que gases..risos, mas a briga é com o xixi. temos que ficar esperto porque o bixo tem um jato que vai longe e normalmente virado para a roupa, e demais coisas que estão por perto. Eu preparo tudo e mesmo assim já fui surpreendido algumas vezes pelo jato certeiro. e quando isso acontece, o tempo é maior, porque tem que trocar a roupa toda, e as vezes limpar, até lavar ou fazer uma higiene melhor.
No mais é divertido, já estou tão acostumado que pareço Mecanico de formula 1 quando o carro para. tira a calça, pega a fralda limpa e deixa no jeito, tira a fralda suja, passa os lencinhos limpa bem da uma enxugadinha e já coloca a fralda nova. ai é só fechar o macacão ou por a calça de novo e pronto. já esta preparado para a sua refeição.

O banho é o seguinte: não gosto muito de dar banho, só fiz uma vez, e não é porque tenho medo, é que não gosto mesmo, então fic o no apoio, encho a banheira, pego o shampoo, o sabonete, canto a musica do ratinho do castelo ra-tim bum.....brincadeirinha, mas algumas partes eu lembro, até baixei ele. e por ultimo pego o João pingando e enxugo, dai é trabalho de equipe, enquanto um coloca a fralda outro coloca o body ou macacão. o João? fica louquinho é claro, mas é mais rápido que ele pensa, se fosse fazer cada uma coisa de cada vez ia demorar mais...e por ultimo pentear a cabeleira com aquele redemoinhos de pai que vai dar um baita trampo quando ele crescer... espero que esta moda de não pentear o cabele perdure assim ele não vai se estressar. e também ainda bem que não é mulher, senão...... Pensando bem se fosse mulher o cabelo poderia ser perfeito que ela iria reclamar.....hahahaha.

João Alberto em Casa - vamos ver como funciona.

Bom, João chegou - começa a adaptação. Onde vai dormir, a cadeira de dar de mamar (ou melhor cadeira do papai) vai para o quarto, pois assim não tem que ficar no outro quarto, assim que ele termina de mamar já vai pro carrinho (que a tia Milena e o tio Rodrigo deram) e a mamãe cai na cama. Banho, trocar as fraldas. Eu não tenho problemas para isso. Trocar fraldas é moleza. colocar a manga dos mamacoes é mais difícil..risos.
As primeiras noites tinhamos que ficar cuidando para que ele não passasse do horário de mamar (3 em 3 horas mais ou menos), mas já na seundo ou terceira noite, dorminos umas 3:30hs e acordei assustado.
A rotina se estabeleceu da seguinte forma: acordamos, eu ou a mâe ou o João nos acorda, eu pego o garotão, vou pro quarto dele, troco a fralda (porque se passar de uma mamada pode transbordar) e volto pro quarto, enquanto isto a mae, levanta, lava o rosto, limpa a lente de contato para poder enxergar faz a higiene do seio e já fica com o restaurante aberto e esperando para servir.
Depois que passou de 1 mês, este garotão tem um apetite que é digno de ser meu filho. e tem uma coisa, se ele decide que quer agora, o berro acorda os vizinhos (ainda bem que não moro em apartamento). e ai é fogo trocar o bixo correndo para que ele chegue no restaurante o mais breve possível.
Outra característica é quando ele esta dormindo e acordamos ele para mamar. O garotão espreguiça tanto que da até vontade de fazer o mesmo. veja um exemplo no video abaixo.

video


Depois que ele acessa o restaurante e engata na mamadeira dele, eu volto pra cama e durmo, a menos que ele ou a mãe precisem de ajuda....o silencio é bom e o barulho que ele faz para mamar é engraçado. mas indica que esta mamando e ai eu fico tranquilo. as vezes acordo e vejo a mãe dormindo e João mamando, risos, é engraçado.
O resumo da ópera é o segunte: acordo mais ou menos a cada 3 horas, levo cerca de 10 minutos para trocar e durmo mais cerca de 3 horas, a mãe, acorda de 3 em 3 horas, mas dorme cerca de 5 a 10 minutos sentada na cadeira de mamar e o restante é vendo se o Sr. incrível esta mamando direito, se não engasga se arrotou, etc.
bom daqui a pouco vem outro post.

Viagem marcada - a agonia

Estava escrito. (Maktub). a previsão do João era nascer dia 9, adiantei um evento que seria no dia 2 e 3/12 para 25 e 26/11 assim teria mais tranquilidade. E não é o que bicho é apressadinho. nasceu na semana dos eventos. 2 dias de hospital e lá vou eu para Porto Alegre. sai direto do hospital para o aeroporto. acompanhando o que estava acontecendo com boletins frequentes durante as atividades ( por celular) imagine que nestes 3 dias de Porto Alegre gastei cerca de 400,00 só em ligações. O caso da icterícia que a Meire já relatou, o dia da pressão alta (sexta feira, dia todo de evento) eu ligo, no celular da Meire e minha cunhada atende.. ou Edson, e eu- Ta tudo bem? e ela, ta sim, a Meire ta um pouco nervosa porque O João vai ter que ficar mais tempo e tem cateter e .....buaaaaaa...."" Senhor. eu louco, Carmem, por favor o que esta acontecendo...e ele...não, esta tudo bem a Meire esta com pressão alta, mas esta esta medicada e já esta bem... Eu louco....agoniado...passado 10 minuntos ligo novamente e graças a Deus ela atendeu e contou tudo...fiquei menos agoniado, mas não havia jeito...só voltaria no sabado pela manha...Cheguei em Campinas no aeorporto e fui direto para o Hospital, ver a dupla dinamica...JOão no seu banho de sol, na mair paz e Meire mais aliviada. Bom passamos mais alguns dias de hospital até voltar para casa (terça seguinte).
Com a roupa para sair do hospital.

Bom a toruta terminou, e estamos em casa...conto daqui a pouco em outro post

João pela otica do Pai

Bom, O João Alberto esta com quase 2 meses e a mae em uma rotina estafante, dar de mamar, lava roupa, da uma olhada nos e-mails, deita uns minutos, para dar de mamar novamente, e assim vai. Ele tem mamado mais ou menos a cada 2 horas, isso sem contar o soluço que se tira com mais uns minutos de mamada e assim vai. Por isso ela esta meio ausente.
O pai por sua vez, esta correndo atras do din din para pagar as contas do João Alberto, e somente agora, tirei uns minutinhos para escrever.
Bom, o título diz como eu vejo o João na minha vida. Muitos sabem que tenho uma filha que hoje é uma mulher com quase 20 anos a Laiz. É o meu amor. Apesar de morar em São Bernardo do Campo nos falamos sempre e sempre que podemos nos vimos. A Laiz nasceu e eu ainda era um jovem de 26 anos, trabalhando em uma empresa e ainda fazendo meu curso de engenharia, curti ela bastante, mas tive um convívio mais normal de pai, ou seja, nos finais de semana que quando tinha aula começava no sabado a noite e terminava no domingo a noite. Esta foi a minha convencia com ela, mas a cena dela no cestinho quando nasceu não me sai da cabeça até hoje. Dai vem a gravidez da Meire, sem esperar, cercada de incertezas e preocupações até que chegou o grande dia. João vai nascer. Eu com viagem marcada, preocupado com tudo, decidi de ultima hora (pois no começo eu jurava que não teria estomago para ver o parto) assistir o parto, esperando é claro que eu fosse ficar ao lado da Meire, acariciando seu rosto e apoiando ela. Tudo certo, ela foi para a sala de parto eu esperando já com a roupa, chega o médico, e diz: Segura ai uns minutos que quando tiver na hora te chamo. bom aqueles minutos pareceram horas, mas de repente vem o enfermeiro e diz, pode vir.... Bom vamos la. chego na sala de parto (ampla), vejo a Meire com as pernas viradas para mim. e fui em direção a sua cabeça. foi então que o enfermeiro disse. o Sr vai ficar aqui. ou seja, de frente para ver claramente o parto. Ai meu Deus....pensei... disfarcei daqui, virei os olhos pra la, e de repente, quando olhei, lá tava a cabeçona cheia de cabelo, ou melhor com alguns cabelos saindo. me atrapalhei com as cameras do celular e consegui tirar só uma foto. dai já estava o João Alberto neste mundo e atendendo ao comando da pediatra que disse só uma vez. chora nenem. Ele é obediente, abriu um berreiro sem igual.... a pediatra pegou o João no colo e disse, vem comigo pai....e eu com camera, perdido sai atras dela...foi ai que consegui filmar um pouco do procedimento de limpeza e medição do João....bom, voltamos para a sala de parto para ser apresentado para a mãe e já vamos embora. foi ai que o enfermeiro me disse, agora o Sr. pode esperar aqui no bercario, cuidando do João que agora é só costurar a mãe....fiquei eu com cara de idiota, ou melhor pai bobo, curtindo aquele garotão que acabara de nascer....olhando para ele dormindo como um anjo.....contato no relógio, após 15 minutos de ter vindo ao mundo, os olhos abriram e começaram a procurar onde ele esta. A luz forte fez ele levar alguns minutos para conseguir abrir todo os olhos, mas olha lá o nosso J.A. com os olhos abertos. Saudável, lindo, perfeito, tudo que pedimos a Deus.
Olha ele ai com poucos minutos de vida... minutos antes de abrir os olhos.

Bom continuo em outro post.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Banho de balde

Começamos a usar o balde para fazer uma terapia com o JOão...risos

Sério...é o ofurô dos bebês. Na Europa é comum...aqui está começando a pegar...mas a teoria é bem real: é só ver como os bebês recém nascidos não se sentem a vontade nas banheiras, eles ficam perdidos porque o espaço é imenso para eles, e acabam se estressando...e os bebês adoram banho, o choro é pq se sentem inseguros.

Então a ideia do balde é justamente para que eles se sintam aconchegados em um espaço quentinho e líquido, tal qual era dentro do utero...e é tiro e queda: eles adoram, relaxam e depois dormem super bem!

Só tiramos uma foto, mas vamos filmar e aí eu posto aqui ok?

Mais fotos de João

Vou postar algumas fotos para as tias-avós que moram longe e para os amigos que não podem vê-lo sempre. Lá vai:

o pé mais lindo do mundo

João e Lara

brincando de superman com o papai


batendo papo com a vovó (na verdade escutando a vovó...rs)


ai que barulheira!!!


João e Mamãe

Sei que não tem nenhuma foto minha com o João neste blog. E o motivo é simples: ninguém tira foto minha com o João, sou eu quem tira dele com todo mundo...risos

Aí resolvi o problema: fui pra frente do espelho e tirei eu mesma as fotos com ele...não ficaram lá uma brastemp, mas dá pro gasto né?

Também tenho que confessar que não gosto de tirar foto minha, sou um desastre de fotogenia, todas fotos que tiram de mim, se eu posso, jogo fora, excluo, queimo...rs

Sou chata, eu sei...coisa de mulher mesmo...

Mas vá lá: mamãe e João

Corinthians...Palmeiras...São Paulo...

Bom, aqui em casa João vai sofrer com essa história de times de futebol. Veja bem>: eu sou são paulina (sem neuras), o pai é palmeirense, assim como o avô, a irmã Laiz, aliás a família inteira do pai é palmeirense; por outro lado a família quase inteira da mãe é corintiana...e como não existe corintiano light, já viu né?
Pois bem, a irmã Laiz deu um conjuntinho do palmeiras, eu ganhei um macacãozinho do São Paulo e a irmã Stefanie deu um conjuntinho do Corinthians.
Como não quero dar um nó na cabeça do meu pequeno, já deixei bem claro que ele vai escolher sozinho e sem pressões (o que é meio difícil de acontecer, certo?).
Aí como o conjuntinho do Corinthians é o menor, já coloquei aproveitando a visita da irmã corintiana e o pai foi obrigado a tirar várias fotos...risos
Quando o João vestir os outros eu prometo postar aqui, ok?


Olha a cara do pai palmeirense com a roupa corintiana do filho...risos

Visitas...visitas...

OI pessoal, desculpem a demora em postar, mas todas nós mães destes pequenos sabem o quanto nossa rotina muda em função deles. E o João não foge à regra.

Por isso meus dias têm sido ainda mais corridos...mas estou aproveitando que o João tá nanando no colo de papai lá na sala para escrever um pouco...

Todas as visitas que João recebe são especiais, mas nem sempre lembramos de documentar com fotos...mas as que lembramos estou tentando colocar aqui, ok?

Com tia Paty e cia.


com tio Wagner, esposa e a prima Natássia



com a irmã Stefanie e o cunhado Gilberto

com a irmã Laiz